O Nubank anunciou mais duas startups escolhidas para serem investidas e desenvolvidas pelo fundo Semente Preta, que está destinando até R$ 1 milhão para startups brasileiras fundadas por pessoas negras. A nova rodada conta com as startups AkinTec, com foco no pequeno empreendedor e que busca oferecer serviços como pagamento de contas, saques entre outras funcionalidades aos seus clientes; e a Toti Diversidade, primeira plataforma brasileira de ensino e inclusão de pessoas refugiadas e migrantes no mercado de trabalho de tecnologia.

Em junho de 2021, o Nubank anunciou a lista com as três primeiras startups selecionadas para o programa Semente Preta: TeamHub, {Parças} e OnlineOS.

Siga o Valor Investe:

A Akintec funciona em um esquema de open banking em blockchain, com foco nas classes C, D e E, que utiliza redes neurais e inteligência artificial para prevenção de inadimplência do público. Já a Toti prepara refugiados em diversas áreas da programação conforme as demandas específicas das empresas.

Seguindo o mesmo processo de seleção da primeira rodada, o Nubank considerou aspectos como pluralidade geográfica, times com diversidade de gênero, étnico-racial e demais grupos sub-representados. Além disso, a companhia escolheu empresas com base tecnológica que já tenham validado seu produto mínimo viável (MVP).

“Com o objetivo de contribuir no desenvolvimento de um ambiente tecnológico mais diverso, selecionamos startups de diferentes segmentos, estágios e regiões do Brasil. Além disso, buscamos por empresas que estejam impactando o mercado em que atuam por meio do uso de tecnologia”, comenta em nota Monique Evelle, consultora de inovação do Nubank.

Com a participação do fundo Semente Preta, as duas startups selecionadas pretendem ganhar escala em seus negócios, com a contratação de novos profissionais, implementação de melhorias nas plataformas, etc. Além do aporte financeiro, as startups recebem um robusto programa de desenvolvimento, para dar suporte ao crescimento dos negócios, bem como, fornece sessões de mentorias frequentes com executivos do Nubank.

Este conteúdo foi publicado originalmente no Valor PRO.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.